27 soluções para o problema do disco a 100 HD100 com vídeo

27 soluções para o problema do disco a 100% (HD100) (com vídeo)


Nesse artigo eu detalho 27 soluções para o problema do disco rígido (HD) se manter a 100% no Windows .


Infelizmente muitos jornalistas e youtubers adoram postar artigos ou vídeos prometendo que têm a solução que funciona 100%, que o problema do disco rígido a 100% foi “resolvido”, “aprovado” e outras frases fantasiosas – e não é à toa que em TODOS os vídeos ou artigos estão dezenas de comentários de internautas dizendo que essas “soluções mágicas” simplesmente não funcionam.


Quer deixar seu Windows “voando baixo”? Assista meu curso gratuito Windows RÁPIDO e SEGURO!


Conteúdo do BABOO.


Curso Windows 10: Configuração e Personalização Avançada.


Telemetria do Windows 10 A FUNDO (com vídeo)


Ativadores do Windows A FUNDO.


E elas não funcionam por um motivo muito simples: o problema do disco rígido a 100% pode ocorrer em diversas situações que não tem nenhuma relação entre si, portanto não existe e jamais existirá uma solução ÚNICA para resolver esse problema .


É por isso que nesse artigo eu abordo 27 soluções para o problema do disco rígido se manter a 100%. E por que tantas soluções? Pois o problema do disco rígido a 100% pode acontecer em situações específicas ou em combinação de fatores, sendo que cada uma delas requer uma solução única.


Como eu vou repetir bastante o termo “problema do disco rígido a 100%” nesse vídeo, eu vou encurtar isso para HD100 para facilitar.


O Windows utiliza muito o disco rígido independentemente da quantidade de memória RAM instalada no PC: de um netbook com 1 GB RAM a um servidor com 4 TB de RAM, o Windows PRECISA acessar o disco rígido pois, ao contrário da memória RAM, ali ele consegue armazenar arquivos, caches e informações importantes para o seu funcionamento de maneira segura e eficiente.


Isso não acontece com a memória RAM, aonde todo conteúdo é perdido se houver algum travamento grave ou se o computador reiniciar repentinamente por um problema de hardware ou queda de energia.


O uso do disco rígido pelo Windows é crucial justamente para o sistema operacional não depender da volatilidade da memória RAM, e basicamente é por isso que o arquivo de paginação existe e jamais deve ser desativado.


Além disso, o Windows suporta bilhões de combinações possíveis de hardware e software – e eu não estou exagerando: em 2009 a telemetria do Windows 7 já mostrava que haviam 16 mil diferentes drivers de vídeo sendo utilizados pelos usuários, e hoje em dia um dos sites que disponibilizam drivers tem um banco de dados com 26 milhões de drivers.


Multiplique isso por dezenas de milhares de softwares disponíveis no mercado que podem afetar o funcionamento do Windows, de antivírus a plugins de navegadores, funcionando em centenas de milhões de computadores e notebooks com todo tipo de configuração possível – e o resultado é um número infinito de combinações possíveis que evidentemente podem gerar problemas ou bugs que resultam no HD100.


Independentemente disso tudo, é importante você saber o que é considerado HD100 e o que não é:


O que pode ser considerado HD100.


quando o disco rígido fica constantemente acima de 90% sem nenhum motivo aparente quando o disco rígido fica constantemente acima de 90% por vários minutos (mais de 30) se o computador não está sendo utilizado ou não.


O que não pode ser considerado HD100.


quando o Windows Update está em uso (pois às vezes ele precisa utilizar muito o disco rígido) quando você está jogando ou utilizando um software que exija muito do computador (pois o uso constante do disco é normal nesses cenários) quando o disco rígido do seu computador é lento (5.400 rpm) e o disco rígido fica constantemente em uso quando você utiliza programas “pesados” quando o antivírus está realizando uma varredura completa.


Para você confirmar que o seu computador tem HD100 , o ideal é você ligá-lo, fazer login no Windows, desabilitar a proteção de tela e deixá-lo ligado por cerca de uma hora, pois esse período é suficiente para todos os programas realizarem tarefas (atualização, varredura, etc). Se depois disso você começar a trabalhar e o disco continuar em uso constante, isso indica que certamente seu computador está com o problema do HD a 100%.


1. 4 passos fundamentais antes de começar.


1. 4 passos fundamentais antes de começar 2. Soluções 01 a 09: Notificações, driver da Intel, driver AHCI, Memória Virtual, Indexação do Windows… 3. Soluções 10 a 18: Agendador de Tarefas, MMAgent, NDU, Chrome, Skype… 4. Soluções 19 a 27: Plano de Energia, pasta Windows/INF, Compartilhamento…


27 soluções para o problema do disco a 100%: a solução do HD100 é relativamente simples e ela começa com QUATRO PASSOS FUNDAMENTAIS que devem ser realizados antes de qualquer uma das 27 soluções.


Não execute as 27 soluções sem antes seguir esses passos , pois essas etapas garantem que tanto o sistema operacional quanto o disco rígido estão funcionando perfeitamente – e muitas vezes nem há necessidade de aplicar qualquer uma das 27 soluções, pois o problema do HD100 é solucionado seguindo esses quatro passos:


1º passo: abra uma janela de Prompt de Comando (Admin), digite esse comando: wmic diskdrive get caption,status e tecle ENTER:


Esse comando mostra rapidamente se o disco rígido ou SSD instalado no seu computador estão funcionando corretamente ou se eles têm algum problema crítico. Se ele estiver funcionando perfeitamente, deve aparecer OK em todos eles, mas se houver qualquer problema, aparecerá o status do erro existente ali. Nesse caso é fundamental você fazer um backup dos dados existentes ali e eventualmente substituir o disco rígido:


2º passo: Faça uma análise profunda no seu disco rígido – algo que eu recomendo que você faça ao menos uma vez por ano.


A análise profunda do disco rígido é necessária para garantir que ele esteja funcionando perfeitamente e todos os setores sejam legíveis, pois muitas vezes o problema do HD100 está relacionado a setores defeituosos no disco rígido .


Para fazer isso eu sugiro o uso do Data Lifeguard da Western Digital, um aplicativo gratuito muito eficiente que testa qualquer disco rígido (não precisa ser da Western Digital), e também SSD. Ele tem dois testes: um teste rápido que demora cerca de um minuto, e um teste detalhado que pode demorar algumas horas.


Realize o teste rápido em todos seus discos rígidos – e se ele acusou algum problema, eu sugiro você fazer backup dos dados desse disco rígido pois ele deixou de ser confiável e por isso ele deve ser substituído:


Se a análise resultar em Pred Fail , (Predicted Failure), isso indica que seu disco rígido está com problema e vai pifar a qualquer momento. Faça imediatamente backup dos dados .


3º passo: Agora que sabemos o disco rígido passou no teste básico do Lifeguard, o próximo passo é abrir uma janela de Prompt de Comando (Admin) ou PowerShell (Admin), digital chkdsk /r e teclar ENTER. Ao aparecer a mensagem que o CHKDSK deve ser executado na próxima vez que o sistema operational for iniciado, digite S e tecle ENTER. Reinicie o Windows.


Isso fará com que o Windows detecte e corrija eventuais arquivos e pastas corrompidas antes do carregamento do sistema operacional.


SEJA PACIENTE! Em alguns casos o chkdsk/r pode demorar MUITAS HORAS ( às vezes mais de 12 horas ) e ele JAMAIS DEVE SER INTERROMPIDO pois a sua interrupção poderá GERAR NOVOS PROBLEMAS . Se você é impaciente, realize esse procedimento no final da tarde ou início da noite para o chkdsk ter muitas horas livres para trabalhar sem interrupções – e na manhã do dia seguinte tudo estará pronto. Se você utiliza notebook, certifique-se que ele está conectado à tomada.


Detalhe adicional: você pode executar o chkdsk /r em todas as partições dos discos rígidos e SSD instalados no seu computador – e como o ideal é que o CHKDSK seja executado offline, você deve utilizar o parâmetro /offlinescanandfix.


Exemplo: se o seu computador tem as partições D:, E: e F: e você quer analisá-las (preferencialmente durante a madrugada, como sugerido no aviso acima), digite os comandos abaixo:


chkdsk D: /r /offlinescanandfix chkdsk E: /r /offlinescanandfix chkdsk F: /r /offlinescanandfix.


4º passo: Agora que temos certeza que o disco rígido está funcionando corretamente e não existe nenhum arquivo corrompido, o quarto passo é confirmar que os arquivos do próprio Windows não têm nenhum problema.


Para fazer isso, abra uma janela de Prompt de Comando (Admin) ou PowerShell (Admin), digite o comando sfc /scannow e tecle ENTER. Esse procedimento leva alguns minutos. O SFC (System File Checker) analisa os arquivos do Windows e se algum deles estiver corrompido ele será automaticamente substituído, garantindo a sua integridade:


Se o SFC encontrar algum que ele eventualmente não possa resolver, ele informará isso:


Nesse caso você deve executar o comando DISM /Online /Cleanup-Image /RestoreHealth e aguardar a finalização:


Bem, agora que finalizamos as quatro etapas iniciais e tanto o disco rígido quanto o Windows estão funcionando perfeitamente, se o disco rígido continua a se manter ininterruptamente em 100%, vamos resolver isso ��

Prática de opções binárias

Prática de opções binárias para aperfeiçoar suas habilidades e maximizar seu potencial de lucro Se você está em busca de novas formas de i...