Bolsa Família Auxílio Brasil completa 20 anos em outubro. Mitos e Verdades sobre o benefício

Bolsa Família (Auxílio Brasil) completa 20 anos em outubro. Mitos e Verdades sobre o benefício.


O Bolsa Família foi criado em 2004 pela Lei 10.836 e teve uma pausa em seu oferecimento no ano de 2022, durante o governo de Jair Bolsonaro para dar lugar ao Auxílio Brasil. No entanto, com a posse do atual presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o programa foi restabelecido.


Em quase 20 anos desde sua criação, ainda existem mitos que precisam ser esclarecidos e verdades que podem ser reforçadas. Confira o que continua como polêmica no Bolsa Família até hoje:


VOCÊ PODE GOSTAR.


1 – O Bolsa Família impacta o orçamento do país negativamente?


MITO. O Bolsa Família foi criado para atingir as pessoas em situações de pobreza e extrema pobreza e é um meio criar e fomentar o poder de compra dessas pessoas.


Segundo os dados oficiais do governo e de instituições de pesquisa, cerca de 0,5% do PIB é destinado para o pagamento das parcelas do benefício.


É preciso lembrar que o dinheiro pago pelo benefício tem que ser usado e não pode servir para acúmulo de capital. Sendo assim, 100% do valor retorna para a economia, gasto em comércios de bairro e pagamentos de contas.


2 – Bolsa família estimula famílias a terem filhos?


Pesquisas e levantamentos dos cartórios de registro civil no Brasil mostram que o número de filhos por casal vem caindo sistematicamente. Em São Paulo, por exemplo, a média de filhos teve um declínio de 25% entre 2000 e 2022, por exemplo.


No Brasil, a média de filhos por casal é de 1,95, podendo variar em algumas regiões do país. Vale lembrar que o Bolsa Família é oferecido desde 2004 e anteriormente incidia diretamente sobre o número de filhos da família. Ou seja, isso é apenas um mito.


3 – Bolsa Família reduz problemas de mortalidade infantil.


Verdade . Uma das condições para receber o Bolsa família do governo é manter o exame pré-natal em dia, além de todas as vacinas completas da mãe e da criança. No início do programa, o índice de mortalidade infantil foi reduzido em 17% e o Brasil já figurou entre os países com a menor taxa do mundo.


4 – Benefício desestimula o ingresso escolar.


Outro mito que envolve o programa é a respeito da desocupação das famílias, especialmente de jovens e adolescentes. No entanto, com maior poder de consumo, as crianças podem frequentar as escolas e não precisam se dedicar ao trabalho.


Além disso, uma das exigências do governo para pagar o auxílio é manter a frequência escolar das crianças em dia. Caso contrário, o dinheiro é cortado.


5 – Mulheres ficam emancipadas.


Verdade. O programa Bolsa Família é pago para as mulheres e mais de 90% das famílias conta com o recebimento por parte delas. Isso quer dizer que elas detêm o status de chefe de famílias, sendo que muitas são mães solteiras.

Prática de opções binárias

Prática de opções binárias para aperfeiçoar suas habilidades e maximizar seu potencial de lucro Se você está em busca de novas formas de i...