Mercado de Opções Entenda o que é e como funciona

Mercado de Opções – Entenda o que é e como funciona.


O mercado de opções é uma alternativa para os traders que desejam diversificar suas atividades na bolsa, aproveitar mais oportunidades e, é claro, aumentar os lucros na área. Assim como outros tipos de mercado, o de opções apresenta vantagens e desvantagens para os traders.


Por isso, é essencial conhecer a fundo esse mercado e entender como ele funciona antes de começar a operar nele. Pensando nisso, fizemos este post que explica o que é o mercado de opções e como ele funciona. Dessa forma, você saberá se ele é ou não uma boa alternativa para o seu perfil!


O que é o mercado de opções.


Como já diz o nome, o mercado de opções é um local em que traders negociam opções. Essas são contratos em que os envolvidos negociam o direito de comprar ou vender um ativo-objetivo por um valor definido em uma data futura também específica.


Ou seja, as opções são um tipo de derivativo, porque elas derivam do preço do ativo ao qual estão ligadas.


Existem diversos tipos de ativos que podem ser negociados no mercado de opções, como ações, moedas e até commodities. Independente do tipo de opção, o objetivo dessa negociação é proteger a operação das oscilações do mercado e, assim, minimizar os riscos.


As opções também podem ser utilizadas para alavancagem, isto é, para potencializar os rendimentos dos traders.


Como esse mercado funciona.


Como foi dito, as opções são contratos realizados geralmente na bolsa de valores em que se negocia o direito de vender ou comprar um ativo-objetivo por um valor fixo em uma data pré-determinada.


Nesse contrato, os envolvidos são chamados de titular e lançador. O titular é o que compra a opção e, por isso, tem o direito de comprar ou vender o ativo-objetivo negociado. Já o lançador é quem vende o direito para o titular/comprador. E o ativo-objetivo é o produto, bem ou ativo que está tendo seu direito de venda ou compra adquirido.


Quando o titular negocia uma opção para poder comprá-la até a data do vencimento do contrato pelo preço combinado, essa operação é chamada de call . E quando ele compra a opção para poder vendê-la na data futura pelo valor fixado, a operação é conhecida como put .


Independente do tipo de operação, os traders negociam primeiramente um prêmio. Este é o valor em dinheiro que o titular deve pagar ao lançador para garantir o direito de compra ou venda do ativo.


Os dois traders também precisam combinar um strike price, que é conhecido como preço exercido. Ele é o valor definido que deve ser pago na compra ou venda do ativo-objetivo até a data futura determinada.


Quando chega essa data, que também é conhecida como exercício, o titular não é obrigado a vender ou comprar o ativo. Caso acredite que não é vantajoso comprar ou vender a opção, ele não precisa fazer nada e a opção apenas expira. Mas, se ele decidir adquirir ou vender o ativo, o lançador tem a obrigação de cumprir com a decisão do titular.


É importante ressaltar que quando a opção é negociada em pregões da bolsa, a data de vencimento da opção e as garantias exigidas já são pré-estabelecidas pela instituição.


Quando vale a pena comprar ou vender opções.


A compra de direito de venda ou aquisição de uma opção é realizada por um trader que acredita que o ativo-objetivo irá se valorizar ou desvalorizar. E o valor pré-estabelecido da operação ajuda o profissional a garantir uma proteção contra as oscilações do mercado e a lucrar, dependendo do caso.


Para ficar mais claro, vamos usar alguns exemplos.


Digamos que um trader acredita que as ações da Petrobras, que estão sendo vendidas à R$ 20,00, vão se valorizar. Ele pode adquirir o direito de comprar a ação (call) por R$ 22,00 e pagar um prêmio ao vendedor (lançador). Quando chega a data de vencimento (exercício), a ação da empresa está sendo vendida por R$ 24,00.


Nesse caso, ele deve exercer seu direito de compra, pois vai conseguir comprar a ação por um preço abaixo do mercado. Caso ela não tenha se valorizado e esteja abaixo de R$22,00, o melhor é deixar a opção expirar. Dessa forma, ele só vai perder o prêmio pago ao lançador.


Agora, digamos que o trader acredita que as ações da Petrobras vão se desvalorizar. Nesse cenário, ele pode adquirir o direito de venda da ação (put) por R$ 18,00. Na data de vencimento, a ação está valendo R$ 16,00.


Ele vende essa ação ao lançador, que é obrigado a exercer o direito do titular, e obtém lucro. Se a ação não estiver desvalorizada, ele pode deixar a opção expirar.


Como operar no mercado de opções.


As operações no mercado de opções devem ser realizadas em um Home Broker ou em uma mesa de operações. Mas, para operar com tranquilidade é importante ainda conhecer os códigos do mercado.


Eles são formados por 5 letras e 2 números. As 4 primeiras letras sinalizam o ativo-objetivo, a quinta identifica o tipo de opção e seu mês de vencimento. Já os números mostram o valor da operação (strike).


Então, uma opção de ação da Petrobras, por exemplo, sempre vai começar com PETR. Para saber identificar seu mês de vencimento e qual é o tipo de opção, você precisa conhecer a correspondência de cada letra. Confira:


Mês Opção de compra (call) Opção de venda (put) Janeiro A M Fevereiro B N Março C O Abril D P Maio E Q Junho F R Julho G S Agosto H T Setembro I U Outubro J V Novembro K W Dezembro L X.


Voltando ao exemplo da Petrobras, uma opção que tiver código de PETRL20 é uma opção de compra que vence em dezembro e tem strike de 20. Sabendo esses códigos, será muito mais fácil e ágil operar no dia a dia.


Operar no mercado de operações é vantajoso, porque aumenta as oportunidades do trader, diversifica sua carteira e pode trazer lucros com riscos controlados.


Contudo, lembre-se de que os prejuízos são controlados somente no caso do titular. Afinal, o lançador tem que cumprir com a vontade do titular e, por isso, ele não consegue se proteger tanto das oscilações do mercado.


Sendo assim, é necessário ter muito cuidado ao operar no mercado de opções. Uma boa dica para iniciantes é começar como titular, pois é mais seguro. Agora que você sabe o que é esse mercado e como ele funciona, confira também como operar mini índice !


Sobre Eduardo.


Eduardo é um entusiasta do mercado financeiro e profissional certificado CNPI. Ele acredita que os resultados são frutos de dedicação, disciplina e planejamento. Também compartilha a visão do Dr Alexander Elder sobre os 3 pilares fundamentais para operar no mercado: método, gestão de risco e controle emocional. Sua missão é partilhar conhecimento de forma séria e responsável.

Prática de opções binárias

Prática de opções binárias para aperfeiçoar suas habilidades e maximizar seu potencial de lucro Se você está em busca de novas formas de i...