O que faz qual é o salário e como se tornar um corretor de imóveis

O que faz, qual é o salário e como se tornar um corretor de imóveis?


Dentre as principais funções de um corretor de imóveis estão as tarefas de atrair compradores, avaliar as condições de cada propriedade, realizar vistorias, possuir conhecimento técnico acerca do mercado imobiliário regional e conduzir todo o processo de negociação entre comprador e vendedor.


Engana-se quem pensa que ser corretor de imóveis é uma tarefa simples! Esse profissional é encarregado mostrar os imóveis disponíveis no portfólio da imobiliária, atrair clientes, lidar com burocracias e, até mesmo, intermediar interesses entre compradores e vendedores.


A profissão do corretor de imóveis é reconhecida por lei e, por isso, caso o profissional atue de má fé, o corretor poderá sofrer consequências jurídicas. O órgão responsável pela sua regulamentação e fiscalização é o Conselho Regional de Corretores de Imóveis, o CRECI de cada estado.


Por isso, caso você queira se tornar um corretor de imóveis, vai ser preciso tirar o seu número CRECI e ter um registro ativo no órgão, obtendo a permissão necessária para atuar na profissão. Além de fiscalizar a categoria, o conselho regional também impede o mau exercício da atividade profissional.


Mas, deixando as partes burocráticas de lado por um minuto, que tal conferir quais são as funções e quanto ganha um corretor de imóveis no Brasil? Além de aprender como se tornar um, você pode conferir se essa profissão se encaixa no seu perfil e tirar suas dúvidas antes de entrar no ramo!


O que é um corretor de imóveis?


É o profissional que conduz todo o processo de compra e venda de um imóvel. Para isso, ele deve ter um registro no Conselho Regional de Corretores de Imóveis para atuar.


Tudo alinhado? Então, podemos seguir com nossa explicação!


Como é a profissão de corretor de imóveis?


Essa profissão requer muito conhecimento técnico acerca de edificações e mercado imobiliário. Além de exigir diversas soft skills que vão desde uma habilidade natural de negociação e vendas até um ótimo relacionamento interpessoal.


Lembre-se também que essa profissão exige um entendimento macro da economia brasileira, jogo de cintura para lidar com períodos financeiros difíceis e desenvoltura para desempenhar suas funções da melhor maneira possível.


O que faz um corretor de imóveis?


Quer saber o que esperar da profissão de corretor? A seguir, você confere as principais funções desse profissional!


Divulgação de imóveis.


Para conseguir realizar o seu trabalho, fechar contratos e conseguir sua comissão, o corretor de imóveis costuma utilizar estratégias para divulgar todas as propriedades disponíveis em seu portfólio - sejam elas para venda ou locação.


Por isso, já que uma das suas principais tarefas é atrair e conquistar clientes, é bastante comum que o corretor tenha um perfil profissional nas redes sociais, por exemplo. Afinal de contas, nada melhor do que criar uma plataforma atraente para se destacar frente à concorrência, não é mesmo?


Inclusive, nesse ramo, é preciso reunir todas as ferramentas que estiverem ao seu alcance para se destacar, uma vez que geralmente existe uma grande oferta de imóveis no mercado, o que pode dificultar o sucesso do profissional.


Realização de visitas ao imóvel com futuros compradores.


Faz parte da rotina do corretor realizar visitas aos imóveis com cada interessado, selecionando as melhores oportunidades e opções disponíveis de acordo com o perfil do comprador em potencial. Para tanto, é seu papel levar em consideração os objetivos pessoais e financeiros de cada cliente para melhor atendê-lo.


Atuação como intermediador entre comprador e vendedor.


Esse profissional faz o “meio de campo” entre comprador e vendedor da propriedade, levando informações pertinentes, como valores e condições de pagamento, de um para o outro, tirando dúvidas e trabalhando em busca de um acordo vantajoso para todos.


Avaliação, vistoria e precificação da propriedade.


É papel do corretor avaliar as condições físicas de cada imóvel presente em seu portfólio e, assim, auxiliar na definição de um valor justo para a venda da propriedade. Para isso, o profissional deve possuir um olhar clínico para diferentes aspectos da edificação.


Durante a avaliação, o profissional deve verificar as condições das instalações elétricas e hidráulicas, funcionamento das fechaduras, portas e janelas, qualidade da pintura, piso e contrapiso. Assim, caso algum problema for identificado, ele deverá ser resolvido antes da assinatura do contrato.


Além disso, todo esse processo passa não somente pela avaliação interna do imóvel, mas como da sua região, o que exige do profissional um conhecimento apurado sobre a área de sua atuação bem como o perfil da vizinhança. “Será que o imóvel é mais adequado para famílias grandes? Ou para jovens adultos?” Essa é uma das visões que o corretor deve ter durante essa parte do processo.


É de responsabilidade do corretor de imóveis garantir que nenhuma das partes saia lesada do negócio!


Examinar a documentação do imóvel.


Além da avaliação física da propriedade, esse profissional também é responsável por examinar a documentação do imóvel. Portanto, faz parte do seu dia a dia conferir documentos como:


Matrícula do imóvel atualizada, para ver se o bem não está envolvido em alguma ação judicial; Escritura ; Registro do Imóvel ; Certidão de situação fiscal; Situação do IPTU; Habite-se.


Esse é um procedimento padrão para evitar que o comprador acabe entrando em uma furada e tenha prejuízo com a negociação. Logo, é de extrema importância que o corretor de imóveis tenha total domínio sobre a documentação citada, combinado?


Orientar o cliente em assuntos mais burocráticos.


O corretor de imóveis também costuma oferecer uma espécie de consultoria, tirando dúvidas a respeito de trâmites burocráticos como o financiamento imobiliário , por exemplo. Por isso, estude também sobre o tópico, dedicando tempo de leitura acerca do tema.


Qual é o salário de um corretor de imóveis?


Não é possível dizer com precisão qual é o salário de um corretor de imóveis. Isso porque esse profissional geralmente trabalha com comissão sobre venda ou locação do imóvel, ao invés de um salário mensal fixo. Logo, a sua renda vai variar de acordo com os contratos fechados, entende?


Além disso, vale lembrar que o responsável por sugerir as taxas de corretagem praticadas em cada região é o CRECI. Ou seja, é o órgão regulamentador quem decide as comissões do profissional e não o próprio corretor ou a imobiliária em que exerce suas atividades.


Por isso, para ter mais precisão acerca da renda de um corretor de imóveis, basta conferir as taxas de corretagem praticadas pelo CRECI da sua região. Mas, de antemão, a gente pode ajudar nessa missão, já que a taxa de corretagem geralmente fica em torno de 6% do valor total do imóvel. No entanto, é comum que essa porcentagem seja dividida entre corretor e imobiliária.


Como se tornar um corretor de imóveis?


O primeiro passo para se tornar um corretor de imóveis é ingressar em um curso de transação, gestão ou negócios imobiliários. Pois, esse é um dos pré-requisitos para obter o registro no Conselho Regional de Corretor de Imóveis.


Depois disso, vai ser preciso realizar um estágio profissional na área, adquirindo a carteira de estagiário em seguida. Assim, depois de receber o seu diploma, você pode solicitar no CRECI do seu Estado a sua carteira definitiva de corretor de imóveis.


Qual curso fazer para ser um corretor de imóveis?


Você pode optar entre um curso de nível técnico, um tecnólogo ou um curso bacharel. Entre as principais opções estão os cursos:


Técnico em Transação Imobiliária, com duração aproximada de 12 meses. Tecnólogo em Gestão Imobiliária, com duração de 2 anos. Bacharel em Ciências Imobiliárias, com duração média de 4 anos.


É possível tirar a sua certificação em Técnico em Transação Imobiliária pela Escola Imobiliária da IBREP , no Instituto do Corretor ou no Instituto Tecnológico Brasileiro (ITB), por exemplo.


Já a graduação em Ciências Imobiliárias pode ser feita também de modo remoto pela Uniasselvi ou pela Anhanguera - apenas para citar algumas das instituições que oferecem o curso.


E aí, vai ingressar em um curso de corretor de imóveis e dar uma chance para essa carreira, ou ainda é cedo para dizer? Com a MySide você pode tirar várias dúvidas acerca de temas relacionados ao mercado imobiliário e então decidir se você se interessa mesmo pelo assunto!

Compre e venda opções binárias

Como comprar e vender opções binárias - aprenda como maximizar seus lucros! Você já imaginou construir um patrimônio sólido e seguro inves...