Opções binárias v o acabar

Opções binárias v o acabar.


29 de Janeiro é o dia da visibilidade trans no Brasil. Nesta data no ano de 2004, um grupo de pessoas trans (mulheres trans, homens trans e travestis) ocuparam o Congresso Nacional para participar do lançamento da campanha “Travesti e respeito”. Tornando-se um marco na luta em defesa, garantia de direitos e enfrentamento à transfobia no nosso país. Desde então, o movimento social de pessoas trans vem se fortalecendo e conquistando mais espaço, se articulando politicamente e produzindo resistências em todas as frentes de lutas sociais.


Multimidia.


Muniz defende subsídios da Prefeitura, do Governo e da União para evitar aumento na passagem de ônibus.


O presidente da Câmara Municipal de Salvador (CMS), Carlos Muniz (PTB), criticou o possível aumento na passagem de ônibus na capital baiana e defendeu um diálogo entre prefeitura e governo do estado para subsidiar parte do valor. Em entrevista ao podcast Projeto Prisma, do Bahia Notícias, o presidente da Casa afirmou que a qualidade do transporte público de Salvador não justifica o reajuste na passagem. “Eu sou contra esse reajuste, o que você oferece ao povo de Salvador para poder dizer que a passagem tem que ser reajustada? Pelo contrário, você vê ônibus sujos, sucateados. Ou você melhora o transporte público ou você não pode cobrar do povo. Todo mundo tem que sentar, governo municipal, estadual e federal, e ver o que pode ser feito para o povo”, disse Muniz.


Entrevistas.


Parte dos precatórios do Fundef deve ser usada para construção de novas escolas, diz Jerônimo.


Foto: Nicole Angel / Bahia Notícias.


O governador Jerônimo Rodrigues (PT) afirmou, na última sexta-feira (27), em entrevista ao Bahia Notícias em Brasília, que parte dos recursos dos precatórios do Fundef deve ser utilizado para a construção de novas escolas na Bahia. Durante o governo de Rui Costa (PT), foi decidido que apenas parte das verbas seriam repassadas para professores e demais servidores da Educação, mas ainda permanecia a dúvida sobre o restante dos valores.


Domingos Meirelles processa a Record e exige milhões em ação trabalhista.


Quase dois anos após sua demissão, o apresentador Domingos Meirelles está processando a Record em uma ação trabalhista. De acordo com o portal Notícias da TV, âncora do Repórter Record Investigação busca reconhecimento de vínculo trabalhista pelos sete anos que esteve na emissora.


De acordo com os autos do processo, que a reportagem do NTV teve acesso, o jornalista pede pagamento de horas extras e adicional por acúmulo de função. Além disso, Meirelles pede equiparação salarial ao cargo de editor-chefe.


O âncora não teve sua contratação registrada em carteira e, por isso, quer também reconhecimento do vínculo e direitos previstos na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Domingos deixou a empresa em março de 2021, quando não teve seu contrato renovado por conta da pandemia da Covid-19.


CBF altera horário do jogo entre Vitória e ABC pela Copa do Nordeste.


A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) alterou o horário jogo entre Vitória e ABC, no próximo dia 18, sábado de Carnaval, pela quarta rodada da Copa do Nordeste. Inicialmente marcado para 17h30, a partida vai começar às 16h30. O duelo está mantido no Barradão.


De acordo com o comunicado emitido pela entidade nacional, a alteração do horário foi uma solicitação das forças de Segurança Pública do Estado da Bahia.


Antes de encarar o ABC, o Vitória entra em campo nesta quinta-feira (2), às 19h15, para encarar o Jacobinense, no Barradão, pela sexta rodada do Baianão. Pelo Nordestão, o Leão joga no próximo domingo (5), às 16h, contra o CSA, no Rei Pelé, pela segunda jornada. O time baiano tem um ponto conquistado e aparece na sexta posição do Grupo A do torneio regional.


Atacante do New York City treina no Bahia enquanto aguarda regularização de visto.


Revelado pelo Corinthians e atualmente no New York City, o atacante Gabriel Pereira, de 21 anos, está treinando no CT Evaristo de Macedo. O motivo? Ele aguarda pela regularização do seu visto de trabalho no Brasil para seguir para os Estados Unidos. A informação foi divulgada pelo Canal Bara Bahêa e confirmada pelo Bahia Notícias.


Gabriel Pereira foi vendido pelo Corinthians ao New York por 5,5 milhões de dólares em 2022 e fechou contrato até 2026. Na última temporada, ele teve destaque ao marcar nove gols em 29 partidas na Major League Soccer. Vale lembrar que o seu atual clube também faz parte do Grupo City, que hoje gere a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Esquadrão de Aço.


O Tricolor segue no mercado em busca de reforços para a temporada 2023. A última contratação acertada pelo Esquadrão foi a do meia Cauly Oliveira, de 27 anos, que estava no Ludogorets, da Bulgária.


Wagner Francisco Silva Souza apitará duelo entre Vitória e Jacobinense nesta quinta.


Foto: Nuno Krause / Bahia Notícias.


O duelo entre Vitória e Jacobinense, marcado para esta quinta-feira (2), às 19h15, no Barradão, pela sexta rodada do Campeonato Baiano, terá a arbitragem de Wagner Francisco Silva Souza. O nome foi sorteado nesta segunda-feira (30) pela Federação Bahiana de Futebol (FBF).


Wagner será auxiliado por Luanderson Lima dos Santos e Daniella Coutinho Pinto. O quarto árbitro será Marcelo Jesus dos Santos. Todos são filiados à Bahia.


Em busca de recuperação, o Vitória é o oitavo colocado do estadual, com quatro pontos, enquanto o Jacobinense é o sétimo, com seis.


Vitória abre venda de ingressos para duelo contra o Jacobinense pelo Campeonato Baiano.


Foto: Enaldo Pinto / Ag. Haack / Bahia Notícias.


O Vitória abriu, nesta terça-feira (31), a venda de ingressos para o jogo contra o Jacobinense, que acontece na próxima quinta-feira (2), às 19h15, no Barradão. O duelo é válido pela 6ª rodada do Campeonato Baiano.


A bilhetagem ocorre tanto de forma online como nos postos físicos. A venda foi estão disponíveis nos Salvador Shopping, Norte Shopping e Shopping Capemi. Na quinta-feira, as bilheterias do estádio funcionarão a partir das 13h.


A arquibancada terá preço de R$ 80,00 a inteira e R$ 40,00 a meia - mesmos valores para a torcida visitante. Já a cadeira sairá por R$ 120,00 a inteira e R$ 60,00 a meia.


O sócio Sou Mais Vitória (Bronze) pagará R$ 56,00 para arquibancada e R$ 84,00 para cadeira.


Crianças com até 12 anos terão acesso gratuito, desde que apresentem documentação e estejam acompanhadas pelo responsável.


Confira os horários e locais de venda:


On-line (www.futebolcard.com) Terça e quarta-feira: 24 horas; quinta-feira: até às 18h15.


Salvador Shopping (Loja Oficial) Terça-feira: das 12h às 21h Quarta-feira: das 12h às 21h.


Norte Shopping (Loja Oficial) Terça-feira: das 12h às 21h Quarta-feira: das 12h às 21h.


Shopping Capemi (Loja do Leão) Terça-feira: das 12h às 18h Quarta-feira: das 9h às 18h.


Barradão (bilheterias) Quinta-feira: a partir das 13h.


STJD acata recursos de Sport e Bahia sobre invasão de campo e Tricolor volta a ser 3º colocado na Série B de 2022.


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva acatou, nesta terça-feira (31), os recursos apresentados por Sport e Bahia no julgamento sobre a invasão de campo da torcida do clube no jogo contra o Vasco, pela Série B de 2022, no dia 16 de outubro. Com isso, o Cruzmaltino não ficará com os três pontos da partida, terminando a competição na quarta colocação, com 62 pontos. O Bahia, portanto, volta para o terceiro lugar, com o mesmo número de pontos, mas número maior de vitórias.


O placar do julgamento foi de seis votos a favor do recurso e um contra. O Esquadrão, representado pelo advogado Milton Jordão, ingressou no processo como terceiro interessado. Isso não altera a premiação do Tricolor no certame, que segue sendo de R$ 1,5 milhão.


ENTENDA O CASO.


A confusão no jogo entre Sport e Vasco, no dia 16 de outubro do ano passado, ocorreu após uma intervenção do VAR na Ilha do Retiro terminar em pênalti marcado para o Cruzmaltino.


O Leão da Ilha vencia por 1 a 0 e a torcida, revoltada, invadiu o gramado após o gol de empate marcado por Raniel. O atacante comemorou na frente da arquibancada. O duelo ficou paralisado por 56 minutos e foi encerrado por alegação de falta de segurança.


O Sport e o Vasco receberam uma série de punições em primeira instância pelo STJD, como lembra o site ge.globo:


- Perda do ponto referente ao empate no duelo, o que permitiu ao Vasco somar três pontos e subir para a terceira colocação;


- A perda de oito mandos de campo para o Sport na Série B; sendo um já cumprido em 2022;


- Multa de R$ 180 mil ao Sport;


- Suspensão de quatro jogos ao goleiro Carlos Eduardo, do Sport, por agressão ao massagista do Vasco;


- Augusto Carreras, então diretor de futebol do Sport, foi absolvido;


- O Vasco foi absolvido da denúncia no artigo 257, por "participar de rixa, conflito ou tumulto";


- Suspensão de quatro jogos ao goleiro Halls, do Vasco - visto correndo atrás de um atleta do Sport e o agredindo;


- Suspensão de dois jogos para o atacante Raniel, do Vasco; cumprida em 2022;


- Suspensão de dois jogos para o meia Luiz Henrique, do Vasco; cumprida em 2022.


Os recursos apresentados pelo Sport e julgados nesta terça versam principalmente sobre a perda de mando de campo e a multa de R$ 180 mil, além dos pontos da partida.


Com Léo Gamalho, mas sem os titulares, Vitória treina de olho na partida contra o Jacobinense.


O Vitória deu sequência à preparação para o compromisso diante do Jacobinense, pela sexta rodada do Campeonato Baiano. O técnico João Burse comandou um treino coletivo na manhã desta terça-feira (31) com os jogadores reservas. A novidade ficou por conta da presença do atacante Léo Gamalho, que se recupera de um ferimento no antebraço. Os titulares seguiram no protocolo de recovery e completaram com voltas em torno do campo.


Burse comandou o coletivo com os reservas e uma equipe mesclada com garotos da divisão de base. Durante a atividade, a comissão técnica e o departamento médico estiveram de olho em Léo Gamalho. Os jogadores ainda aprimoraram a pontaria, com cruzamentos e finalização dos atacantes e meias.


O elenco do Leão fará mais outro treinamento na tarde desta quarta (1º) antes de finalizar a preparação para o duelo diante do Azulão do Sertão e seguir para a concentração na chácara Vidigal Guimarães.


Vitória e Jacobinense se enfrentam nesta quinta (2), às 19h15, no Barradão. O Leão é o oitavo colocado com quatro pontos, mas corre o risco de voltar para a zona de rebaixamento, caso o Bahia de Feira, que é o nono com três, vença a Juazeirense, na noite desta terça, no encerramento da quinta jornada. Com seis, o Azulão do Sertão ocupa o sétimo lugar.


Médico do Vitória detalha acidente sofrido por Léo Gamalho; atacante pode voltar contra o Jacobinense.


Por causa de um ferimento no antebraço, o atacante Léo Gamalho vem desfalcando o Vitória deste a partida contra o Doce Mel, pela quarta rodada do Campeonato Baiano. Na manhã desta terça-feira (31), o médico Marcelo Cortes concedeu entrevista coletiva e explicou detalhes do acidente. Segundo ele, o jogador esbarrou num objeto de barreira física e precisou passar por uma pequena cirurgia.


"Ele teve um ferimento no antebraço durante o treinamento. Fizemos uma intervenção cirúrgica nele. Imediatamente levamos para o hospital e fizemos uma pequena cirurgia para reparação e saber as estruturas lesionadas, já que foi profundo. A gente percebeu que foi profundo, não envolveu o nervo, apesar de ter sido localizado em cima dele, um nervo importante do antebraço, mas não houve nenhuma lesão grave", contou. "Sem sombra de dúvida foi uma preocupação do departamento médico com a diretoria. Onde Léo se feriu foi um objeto de barreira física, onde se esbarrou e terminou se machucando. Já está sendo passado para a diretoria para fazer a troca dessas barreiras por barreiras móveis, com bonecos infláveis com peso embaixo para diminuir o risco e não voltar a acontecer com outro atleta", explicou.


Com uma proteção no local, Léo Gamalho já voltou a treinar. Marcelo Cortes sinalizou a possibilidade do centroavante ficar à disposição do técnico João Burse para o próximo jogo contra o Jacobinense na quarta (2), pelo estadual.


"Quanto ao retorno dele, precisou, como foi em campo, o risco de infecção era muito grande. Precisamos mantê-lo com antibiótico para diminuir o risco de infecção. A volta dele está condicionada à melhora clínica total da lesão. Como está muito sintomático, com dor no local, o edema é relevante. Estamos condicionando do ponto de vista físico e introduzindo aos poucos nos treinamentos. Ele tem nos dado boas respostas, de forma que a participação dele no jogo contra o Jacobinense é uma possibilidade. Mas depende de uma série de fatores que envolvem inclusive a segurança do atleta. Estamos fazendo o possível para que possa ser aproveitado nos dois próximos jogos", afirmou.


Sem Léo Gamalho, o técnico João Burse tem usado o atacante colombiano Santiago Tréllez no time titular.


O Vitória recebe o Jacobinense a partir das 19h15, no Barradão, pela sexta rodada do Baianão. O Leão ocupa o oitavo lugar na tabela de classificação com quatro pontos, mas corre o risco de voltar para a zona de rebaixamento, caso o Bahia de Feira vença a Juazeirense, na noite desta terça, no encerramento da quinta jornada.


Transporte de Salvador terá operação especial para Festa de Iemanjá nesta quinta-feira.


Foto: Francis Juliano / Bahia Notícias.


Para garantir o atendimento de transporte durante a Festa de Iemanjá, que acontece nesta quinta-feira (2), a Secretaria de Mobilidade (Semob) preparou uma operação especial no entorno do Rio Vermelho. De acordo com o órgão, o horário de atendimento foi ampliado em oito linhas de ônibus que atendem bairros como Rio Sena, Ribeira e Cabula, entre outros.


As linhas 1643 – Fazenda Coutos – Pituba, 1645 - Alto de Santa Terezinha / Rio Sena – Pituba, 0728 - Nordeste – Ribeira, 1320 - Pau da Lima – Nordeste, 1386 - Nova Brasília/Jardim Nova Esperança/7 de Abril – Barra, 1231 - Sussuarana – Barra R2, 1129 - Cabula VI – Pituba e 1220 - Mata Escura – Pituba irão circular até 1h da sexta-feira (3), para atender o público da festa.


Devido dos bloqueios, as linhas que trafegam pelo trecho interditado terão o itinerário modificado das 22h do dia 1°/2 (quarta-feira) às 6h do dia 3/2 (sexta-feira). As linhas sentido Ondina que passam pela Rua da Paciência deverão acessar a Rua Visconde de Itaboraí, em Amaralina, retornando na Praça dos Ex-Combatentes, e seguindo pela Avenida Amaralina, Avenida Octávio Mangabeira, Rua Pernambuco, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Viaduto João Gilberto, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Rua Lucaia, Viaduto Rei Pelé, Avenida Anita Garibaldi, retorno no Monumento Cleriston Andrade, e Avenida Milton Santos.


Já as linhas que fazem o trajeto oposto, sentido Rio Vermelho pela Avenida Oceânica, irão acessar a Avenida Milton Santos e seguir pela Avenida Anita Garibaldi (ao lado do Viaduto Rei Pelé), Rua Lucaia, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Rua Rio Grande do Sul, Avenida Manoel Dias da Silva, Rua Visconde de Itaboraí, Rua Oswaldo Cruz, retorno na Praça dos Ex-Combatentes e Avenida Amaralina.


As linhas que passam pela Rua Conselheiro Pedro Luiz sentido Rio Vermelho deverão utilizar a Rua Visconde de Itaboraí, Rua Oswaldo Cruz, retorno na Praça dos Ex-Combatentes, Avenida Amaralina, Avenida Octávio Mangabeira, Rua Pernambuco, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Viaduto João Gilberto, Avenida Juracy Magalhães Júnior e Rua Lucaia.


Já as linhas que passam pela mesma via no sentido oposto, em direção à Lapa, nesta quinta-feira, vão acessar a Avenida Anita Garibaldi, utilizar o primeiro retorno, passando ao lado do Viaduto Rei Pelé, seguindo pela Rua Lucaia, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Rua Rio Grande do Sul, Avenida Manoel Dias da Silva, Rua Visconde de Itaboraí, Rua Oswaldo Cruz, retornando na Praça dos Ex-Combatentes e chegando à Avenida Amaralina.


As linhas que passam pelo Rio Vermelho com destino ao Campo Grande, via Cardeal da Silva, deverão retornar na Praça dos Ex-Combatentes, e acessar a Avenida Amaralina, Avenida Octávio Mangabeira, Rua Pernambuco, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Viaduto João Gilberto, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Rua Lucaia, Viaduto Rei Pelé, Avenida Anita Garibaldi, via marginal da Avenida Anita Garibaldi, Avenida Cardeal da Silva, retorno na Drogasil, Avenida Cardeal da Silva.


As linhas que fazem o trajeto oposto, sentido Rio Vermelho, deverão utilizar a Rua Caetano Moura, Avenida Cardeal da Silva, retornando na Drogasil, Avenida Cardeal da Silva, Avenida Anita Garibaldi (Ladeira da TV Itapuã), Praça Lord Cochrane, Avenida Anita Garibaldi (ao lado do Viaduto Rei Pelé), Rua Lucaia, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Rua Rio Grande do Sul, Avenida Manoel Dias da Silva, Rua Visconde de Itaboraí, Rua Oswaldo Cruz, retorna na Praça dos Ex-Combatentes, Avenida Amaralina, Avenida Octávio Mangabeira, Rua Pernambuco, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Viaduto João Gilberto, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Rua Lucaia, Viaduto Rei Pelé, Avenida Anita Garibaldi, via marginal da Avenida Anita Garibaldi, Avenida Cardeal da Silva, com retorno na Drogasil e chegando na Avenida Cardeal da Silva.


Já as linhas provenientes do Campo Grande com destino a Itapuã e que passam pelo Rio Vermelho devem seguir pela Rua Caetano Moura, Avenida Cardeal da Silva, retorno na Drogasil, Avenida Cardeal da Silva, Avenida Anita Garibaldi (Ladeira da TV Itapoan), Praça Lord Cochrane, Avenida Anita Garibaldi (ao lado do Viaduto Rei Pelé), Rua Lucaia, Avenida Juracy Magalhães Júnior, Avenida Antônio Carlos Magalhães, Rua Rio Grande do Sul, Avenida Manoel Dias da Silva, Rua Visconde de Itaboraí, Rua Oswaldo Cruz, retorno na Praça dos Ex-Combatentes e Avenida Amaralina.


As linhas 1230 – Sussuarana x Barra R1 e a 1340 – Estação Pirajá x Barra 1 deverão seguir pela Avenida Oceânica, Avenida Milton Santos, retornando no Zoológico, Avenida Milton Santos e Avenida Oceânica. Ambas as linhas devem retornar pelo itinerário de Barra R2 e Barra 2. Além disso, deverá constar na bandeira Estação Pirajá – Comércio/Ondina. Já as linhas 1231 – Sussuarana – Barra R 2 e a 1341 – Estação Pirajá x Barra 2 deverão acessar a Avenida Manoel Dias da Silva, Rua Visconde de Itaboraí, Rua Oswaldo Cruz, retorno na Praça dos Ex-Combatentes, e Avenida Amaralina. As linhas retornam no itinerário de Barra R 1 e Barra 1 e na bandeira deverá constar Estação Pirajá – Rio Vermelho.


Bahia faz último treino antes de enfrentar o Barcelona de Ilhéus.


Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia.


O Bahia fez na manhã desta terça-feira (31) o seu último treinamento antes do jogo contra o Barcelona de Ilhéus, marcado para esta quarta-feira (1º), às 21h30, no Mário Pessoa, pela sexta rodada do Baianão.


Os jogadores começaram o trabalho no CT Evaristo de Macedo com um vídeo no auditório. Na sequência, em campo, o grupo fez um trabalho de manutenção de posse de bola e pressão.


Na sequência, o técnico Renato Paiva fez um treino tático em campo reduzido. Durante a atividade, o comandante fez orientações de posicionamento e movimentação, além de testes na equipe. Por fim, treino de bolas paradas.


O goleiro Marcos Felipe fez exercícios específicos com o preparador Rui Tavares.


Já o arqueiro Danilo Fernandes, que segue em recuperação pós cirurgia, fez atividades na academia e no campo. O zagueiro Gabriel Xavier, que se recupera de uma lesão muscular, foi realizar exames.


A equipe viaja para Ilhéus nesta tarde.


Após "pedir um tempo", Gustavo Blanco tem rescisão do contrato com o Vitória publicada no BID.


O meio-campista Gustavo Blanco não é mais jogador do Vitória. A rescisão de contrato do atleta, de 28 anos, com o clube baiano foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta segunda-feira (30).


Foto: Reprodução / CBF.


Na última terça (24), o Bahia Notícias apurou que Gustavo Blanco havia pedido "um tempo" após faltar a alguns treinos do Leão . Desde o ano passado, o meia cogitava pendurar as chuteiras, por causa das sucessivas lesões nos últimos anos. Ele chegou ao Rubro-Negro em 2022 emprestado pelo Atlético-MG, mas não conseguiu entrar em campo. Neste ano, ele jogou apenas na derrota para a Juazeirense por 3 a 1, em 18 de janeiro, quando saiu do banco de reservas para entrar no lugar de Eduardo. Três dias depois, ele chegou a ser relacionado para a estreia do time na Copa do Nordeste, mas não chegou a ser acionado no empate em 1 a 1 com o Santa Cruz.


Revelado pelo Bahia, Gustavo Blanco também jogou no América-MG, Goiás, Fortaleza e Londrina.


Bahia confirma empréstimo de Matheus Teixeira ao Oita Trinita, do Japão.


Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia.


O Bahia anunciou nesta terça-feira (31) o empréstimo do goleiro Matheus Teixeira ao Oita Trinita, do Japão, por 11 meses. A informação foi divulgada em primeira mão pela reportagem do Bahia Notícias na semana passada.


Com 23 anos, Teixeira foi destaque do Tricolor na conquista da Copa do Nordeste de 2021. Na sequência, o arqueiro acabou perdendo espaço e agora vai tentar ganhar mais oportunidades no futebol asiático. Ele tem contrato até o fim de 2024.


A saída de Teixeira faz com que o técnico Renato Paiva tenha apenas três goleiros à disposição: Marcos Felipe, Mateus Claus e Gabriel Souza, lembrando que este último tem negociações avançadas para ser emprestado ao Portimonense, de Portugal. Outro goleiro no elenco é Danilo Fernandes, que se recupera de uma artroscopia no joelho.


Bahia presta queixa após torcedor do Vitória cometer injúria racial contra Kayky.


Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação /EC Bahia.


O clássico Ba-Vi do último domingo (5) gerou uma lamentável reação nas redes sociais na última segunda-feira (30). Em uma postagem no Twitter, um torcedor do Vitória publicou uma imagem do atacante Kayky, do Bahia, comparado a um macaco. A postagem foi apagada, mas acabou sendo registrada por outros usuários e pelo clube, que repudiou o caso e prestou queixa contra o autor.


"Racismo e injúria racial são crimes imprescritíveis e inafiançáveis. Fizemos a denúncia junto ao Twitter e a mensagem de ódio de um torcedor adversário foi apagada - mas o print é eterno. Conta igualmente denunciada e boletim de ocorrência realizado junto à Polícia Civil da Bahia", escreveu o clube.


Responsável pelo único gol do jogo na Arena Fonte Nova, Kayky comemorou o seu gol imitando uma galinha, fazendo referência ao "Ba-Vi da vergonha" de 2022, quando o Rubro-negro perdeu para o Tricolor por W.O após ter jogadores expulsos e não ter a quantidade mínima em campo.


Na semana passada, o goleiro Rodolfo, do Doce Mel, foi alvo de ataque racista por parte de um torcedor do Vitória no Barradão. O caso foi repudiado pelo Leão através de nota ( relembre aqui ).


Foto: Reprodução / Twitter.


PTB e Patriota devem realizar fusão e presidência na Bahia ficará com Alexandre Marques; saiba número.


Com a fusão entre o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e o Patriota (Patri), para a formação de uma nova legenda, que se chamará “Mais Brasil” e terá o número 25 nas urnas, o comando estadual no novo partido deve ficar com Alexandre Marques, atual presidente do Patriota, vereador licenciado de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), e secretário de Meio Ambiente da cidade. Isso foi o que informou um interloculor ao Bahia Notícias.


Nas eleições gerais de 2022, o PTB lançou um nome para a presidência da República, o baiano Padre Kelmon, mas apesar disso, não conseguiu ampliar a bancada no Congresso, elegendo apenas um deputado federal (Bebeto, pelo Rio de Janeiro), sendo que, em 2022, elegeu três deputados federais e dois senadores. Já o Patriota, conquistou quatro vagas na Câmara Federal, uma a menos do que no pleito anterior.


Na Câmara de Vereadores de Salvador, o Patriota conta com apenas um vereador: Átila do Congo. Já o PTB, com dois: Carlos Muniz (presidente da Casa) e Dr. José Antônio. Nas eleições de 2022, para a Assembleia Legislativa, o Patriota fez um deputado estadual: Binho Galinha.


Membros dos partidos, na ocasião, pediram que o ex-deputado e ex-presidente do PTB, Roberto Jefferson, que atirou com um fuzil e lançou granadas contra policiais federais que cumpriam uma ordem de prisão determinada pelo ministro Alexandre de Moraes do Supremo Tribunal Federal (STF), não esteja na sigla, e que o ex-candidato a presidente da República também não seja um dos filiados.


A fusão vem no sentido de vencer a cláusula de barreira, que exige a eleição de um número mínimo de parlamentares ou votos pelo Brasil para que os partidos tenham acesso ao fundo partidário e tempo gratuito em rádio e televisão.


Bahia acerta a contratação do meia Cauly Oliveira, do Ludogorets.


O Bahia está próximo de anunciar o meia Cauly Oliveira, de 27 anos. O jogador, que atua no Ludogorets, da Bulgária, deve chegar em breve a Salvador para fazer exames médicos e assinar contrato com o Esquadrão.


Natural de Porto Seguro, Cauly fez sua carreira toda na Europa. Revelado pelo 1. FC Köln, da Alemanha, ele tem passagens também por Fortuna Köln, Duisburg e Paderborn 07.


Em suas últimas quatro temporadas pelo Ludogorets, disputou 114 jogos, marcou 26 gols e deu 8 assistências.


Parte dos precatórios do Fundef deve ser usada para construção de novas escolas, diz Jerônimo.


Foto: Nicole Angel / Bahia Notícias.


O governador Jerônimo Rodrigues (PT) afirmou, na última sexta-feira (27), em entrevista ao Bahia Notícias em Brasília, que parte dos recursos dos precatórios do Fundef deve ser utilizado para a construção de novas escolas na Bahia. Durante o governo de Rui Costa (PT), foi decidido que apenas parte das verbas seriam repassadas para professores e demais servidores da Educação, mas ainda permanecia a dúvida sobre o restante dos valores.


Jerônimo também admitiu que, apesar de já estar decidido sobre a implementação de câmeras nas fardas de policiais militares da Bahia, ainda não há um prazo para que a medida entre em funcionamento. De acordo com ele, há conversas com o ministro da Justiça e da Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), sobre o assunto e o governo ainda está preparando a fase de licitação para a compra dos equipamentos.


“Como a licitação anterior, que Rui iniciou, ele mesmo derrubou, por conta dos preços, com a preocupação de economia - e ele estava correto naquele momento que ele fez -, nós temos que abrir o processo novamente”, disse o governador.


Quanto às dificuldades que os governadores brasileiros estão enfrentando com o ICMS de combustíveis - que está com um teto estabelecido por decreto do governo federal desde a gestão de Jair Bolsonaro (PL), o que reduz a arrecadação dos estados -, Jerônimo admitiu que prefere uma saída pelo Supremo Tribunal Federal (STF), para que não se dependa de uma discussão no Congresso Nacional.


“A gente entende, quem é da política, que fica um cenário difícil para que o Congresso possa rever. Como, neste momento, a nossa pauta está no Supremo, nós vamos nos dirigir primeiramente lá. A expectativa nossa é que a gente consiga resolver lá”, assumiu.


Confira a seguir a entrevista completa com o governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues.


A Ponte Salvador-Itaparica, na Baía de Todos-os-Santos, ainda tem algum entrave em relação ao meio-ambiente?


Já tem a licença. E uma parte da licença já está tudo bem resolvida. Agora, é a relação com os investimentos por parte do setor privado, para que a gente possa acompanhar e fazer acontecer. Nós estamos nos dedicando. E agora, com o governo federal sendo aliado… Não estou nem contando necessariamente com o financiamento, não é só isso, é o apoio que o governo federal pode dar a um projeto de tal magnitude em um estado importante para a federação brasileira.


Os chineses deram algum prazo para o início das obras?


Nós vamos ter essa semana uma retomada, porque eu, na condição de governador, não fiz uma reunião com os escritórios gerenciais deles [o setor privado]. Faremos essa semana, para a gente poder reafirmar o desejo [de iniciar as construções]. Até agora, está mantido, não teve nada de mudança. Agora, é ver o calendário.


A agenda do dia 14 de fevereiro com o presidente Lula na Bahia, para o relançamento do Minha Casa, Minha vida, está confirmada?


O ministro Rui, na reunião com o presidente, definiu o dia 14 [de fevereiro] para fazer uma entrega real [de imóveis do Minha Casa, Minha Vida], um pouco mais de 500 apartamentos em Santo Amaro. Nós temos também em Feira de Santana, em Lauro de Freitas, em Salvador e em Euclides da Cunha. Então, se o presidente [Luiz Inácio Lula da Silva] tiver tempo, a gente pode fazer tudo isso. O problema é que tem alguns desses [apartamentos] que estavam bastante danificados. Para a reforma, nós fizemos um mutirão, em parceria com a Caixa Econômica, o governo do estado e as prefeituras, para ver se a gente consegue ver se entrega mais. Mas o indicativo é que, no dia 14, o presidente relance o programa Minha Casa, Minha Vida, com uma versão que eles vão apresentar para a gente. Pelo menos, já tem a entrega real. E as outras, caso ele dê as condições, ele faz a entrega à distância e depois a gente faz a inauguração com o ministério.


Em que pé está a discussão sobre o ICMS? Como está acordado? Vai se formar uma comissão?


Então, [vai se formar] uma comissão entre os nossos secretários de Fazenda e o Ministério da Fazenda, para a gente poder colocar [o tema]. Porque acabou que não deu tempo para a gente aprofundar. A fala do ministro Haddad foi bastante dirigida, objetiva, mas teve sim o compromisso do presidente e do ministro, da gente poder já nesta semana chamar uma reunião, para que isso possa ser tratado. Se for preciso dialogar com o Supremo [Tribunal Federal], nós iremos fazer isso. Se for preciso um diálogo com o Congresso, também faremos. Esta semana, com certeza, nós já teremos a data marcada e um horário, para a gente poder ver, para entrar em cada por menor.


Politicamente, os governadores preferem uma saída pelo Supremo?


A gente entende, quem é da política, que fica um cenário difícil para que o Congresso possa rever. Como, neste momento, a nossa pauta está no Supremo, nós vamos nos dirigir primeiramente lá. A expectativa nossa é que a gente consiga resolver lá.


Com relação ao governo da Bahia, o segundo e o terceiro escalões ainda não estão definidos. Como é que está essa questão?


Já definimos todos os secretários. Das empresas, mais uma ou duas. Na semana que vem agora, a gente resolve isso. A Embasa, a Bahia Pesca, é só anunciar o nome. Já temos esses nomes. Volto para Salvador, para a gente poder fechar isso e anuncio nessa semana ainda.


Sobre a câmera nas fardas dos policiais: é um assunto que já vem se arrastando desde a última administração. Como é que vai ser tratada no seu governo?


Está superado. Nós vamos fazer isso. Nós vamos dialogar sim com os efetivos, com os policiais. Isso não é uma forma de retaliar ou reprimir policiais. Muito pelo contrário. Inclusive, nós começaremos a aplicação dessa câmera em áreas em que os nossos policiais possam se utilizar dela para se defender. A nossa dificuldade foi a licitação. Inclusive, agora, com o ministro [Flávio] Dino, a gente queria ver se ele não faz uma ata, um registro de preços, para ver se barateia para os estados e nós termos naturalmente algum equipamento mais sofisticado, se for o caso. Agora é a fase de licitação que estamos preparando.


Tem alguma previsão para a implementação disso?


Não. Como a licitação anterior, que Rui iniciou, ele mesmo derrubou, por conta dos preços, com a preocupação de economia - e ele estava correto naquele momento que ele fez -, nós temos que abrir o processo novamente.


Em relação aos investimentos que devem ser feitos com os recursos dos precatórios do Fundef: já que eles não foram repassados 100% para os profissionais da Educação, o que é que vai ser feito deles?


Mantém-se a regra. Um percentual vai para o pagamento de pessoal, de professores e servidores da Educação. E o outro percentual, que diz respeito a investimento, nós vamos usar ali para construção de novas escolas, ampliações, equipamentos… Mantém-se a mesma regra.


Visibilidade trans de janeiro a janeiro.


29 de Janeiro é o dia da visibilidade trans no Brasil. Nesta data no ano de 2004, um grupo de pessoas trans (mulheres trans, homens trans e travestis) ocuparam o Congresso Nacional para participar do lançamento da campanha “Travesti e respeito”. Tornando-se um marco na luta em defesa, garantia de direitos e enfrentamento à transfobia no nosso país. Desde então, o movimento social de pessoas trans vem se fortalecendo e conquistando mais espaço, se articulando politicamente e produzindo resistências em todas as frentes de lutas sociais.


Porém, ainda há muito o que ser feito coletivamente para mudar os rumos da realidade na qual fomos inserides. E, por esse motivo, é preciso apontar a estrutura transfóbica e cis-heteronormativa que historicamente é responsável por nos desumanizar, excluir, violentar e exterminar cotidianamente. Os dados estatísticos apresentados nos dossiês de violência contra população trans, produzidos anualmente pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), trazem à tona de maneira bem sistemática e assustadora todas as violações de direitos direcionadas contra nós. Além disso, existe uma série de epistemologias produzidas por nós, pessoas trans, e pessoas cisaliadas dentro e fora das academias e em diversas esferas sociais no intuito de levar o conhecimento acerca da transgeneridade, na tentativa de colaborar para o entendimento da necessidade de uma urgente desconstrução coletiva. O Brasil segue naturalizando um processo de marginalização e precarização para a aniquilação das nossas vidas. Nos matam para manutenção diária de um sistema que se alimenta de desigualdades. E o ciclo dessa violência nos afeta de tal modo que nem a morte é o ponto final de uma série de violações.


Não compactuem com a manutenção dessa prática perversa que muitas vezes acaba sendo reforçada pela própria mídia numa perspectiva sensacionalista e transfóbica de contar e levar à grande massa de espectadores apenas narrativas de morte, marginalidade, dor e sofrimento. Não é esse o tipo de visibilidade que buscamos enquanto movimento de pessoas trans. É preciso refletir sobre qual é o interesse por traz dessa visibilidade apenas em janeiro. Não existimos no restante dos 365 dias? Nossas existências são plurais, seguimos produzindo vida, produzindo ciência, produzindo cultura, produzindo resistência, produzindo política, ocupando os espaços com nossas potencialidades. Nesse sentido, convoco todas as pessoas cisgêneras a responsabilidade de construir novas narrativas sobre nós, narrativas que destaquem nossa humanidade, nossa beleza, nossa intelectualidade, nossa força, nossa capacidade de lutar pelos nossos sonhos e ideais mesmo diante de uma sociedade que insiste em nos matar.


O caminho apontado aqui só poderá ser trilhado através da produção dessa humanização. É preciso humanizar as existências trans não apenas na teoria, mas sobretudo na prática do dia a dia, dentro da política, da saúde, da educação, da cultura, da mídia, do judiciário. Humanizar é reconhecer a negligência e omissão do Estado brasileiro que ainda não garante a proteção e preservação das nossas vidas. Humanizar é reconhecer a urgência de cotas para pessoas trans em todos os setores, entendendo que esse é um dos mecanismos de reparação histórica, mas não o único. Humanizar é reconhecer seus privilégios cisgêneros e ser pessoas aliadas na luta pelo enfrentamento e combate à transfobia. Humanizar é entender a importância de se discutir questões de gênero e sexualidade na educação, pois ela é uma das principais ferramentas transinclusivas. Humanizar é se apropriar do conhecimento necessário para compreender nossas pautas. Humanizar é aprender que todas as pessoas têm identidades de gênero e que ser trans ou cis é apenas mais uma possibilidade de ser e estar no mundo, reconhecendo essa diversidade como parte fundamental para o nosso progresso enquanto nação.


Não existe democracia sem pluralidade, assim como não pode existir humanidade sem a presença trans. É exatamente por isso que precisaremos juntes, reconstruir o conceito de humanidade. Para isso, começaremos ao passo que formos construindo no imaginário social , a humanidade dos homens trans, mulheres trans, das travestis, das pessoas não binárias, das pessoas transmasculinas e de tantas outras possibilidades de ser gente que nem precisarão ser nomeadas.


Ao passo que o exercício de humanização das nossas vidas se torne uma prática coletiva e comprometida, conseguiremos desconstruir uma série de preconceitos, estigmas e práticas de violências. Desse modo, celebraremos nossas conquistas de janeiro a janeiro, dando visibilidade ao que realmente importa, pessoas trans vivas, visíveis, empregadas, constituindo suas famílias, sendo amadas, acolhidas e inseridas nos espaços da maneira que desejarem. Por 365 dias de visibilidade trans com afeto, dignidade, respeito, segurança e equidade.


*Bruno Santana é licenciado em Educação Física pela UEFS, Pós-Graduado em Gênero, Diversidade e Direitos Humanos pela (UNILAB)


*Os artigos reproduzidos neste espaço não representam, necessariamente, a opinião do Bahia Notícias.

Parte 17 Análise Técnica Oscilador estocástico

Parte 17: Análise Técnica – Oscilador estocástico. No nosso artigo de hoje, estaremos falando sobre um indicador muito usado e popular espec...